Como fazer com que a educação e o empreendedorismo andem juntos? 

18 de março de 2024


Ideias inovadoras: é isso que move o mundo!  E o quanto antes o senso empreendedor começar a se desenvolver, melhor. Assim, as escolas podem ser muito importantes também nesse sentido na vida dos jovens. Contudo, quais são as ações que devem entrar em cena para que essa parceria entre empreendedorismo e educação funcione, de fato, na prática?

Projeto empreendedor

A criação de um projeto empreendedor por meio do qual os alunos tenham que criar e desenvolver um negócio fictício (ou real) constitui uma ótima alternativa. Essa ação envolve desde a concepção da ideia em si, até o plano de negócios, marketing e execução. 

Palestras e workshops 

Que tal convidar empreendedores locais para palestras e workshops onde possam compartilhar suas experiências, desafios e lições aprendidas? Certamente, isso vai proporcionar aos jovens uma visão prática e abrangente acerca do empreendedorismo. 

Praça de Alimentação e Negócios do III Congresso iCEV de Direito, Negócios e Tecnologia, DNT.

Simulações de negócios 

Aqui, os alunos são convidados a assumirem papéis de empreendedores, gerentes e colaboradores no intuito de entenderem o peso que têm as decisões diárias para o sucesso que se almeja obter quanto ao negócio. 

Desafios e competições 

Desafios e competições de empreendedorismo incentivam a criatividade, a inovação e o trabalho em equipe, especialmente no que se refere à busca pela resolução de problemas. 

Estudos de caso

Estudos de caso (tanto de sucesso, quanto de fracasso) ajudam os estudantes a aprenderem com os erros e acertos de empreendedores atuantes no mercado. 

Incorporação de Tecnologia 

A utilização de ferramentas digitais e de plataformas online que ajudem no desenvolvimento de habilidades empreendedoras, que envolvam, por exemplo, a criação de sites, marketing digital e análise de dados é essencial e está amplamente conectada com as demandas mais atuais do mercado de trabalho. 

Praça de Alimentação e Negócios do III Congresso iCEV de Direito, Negócios e Tecnologia, DNT.

Incentivo à criatividade 

Os alunos precisam ser encorajados a pensarem diariamente “fora da caixa”. Ou seja, a buscarem soluções inovadoras para diversos problemas existentes e a transformarem boas ideias em oportunidades de negócio. 

Ao implementar essas ações, os educadores ajudam os jovens a desenvolverem habilidades empreendedoras que são essenciais para o sucesso no mundo empresarial, e, além disso, contribuem para a consolidação de uma formação ainda mais completa. 

E aí, curtiu? O empreendedorismo é pauta no dia a dia da sua instituição?