Confira dicas que podem aumentar o nível de segurança da sua escola

23 de maio de 2023


Diante dos momentos trágicos vivenciados recentemente em várias instituições educacionais espalhadas pelo país, o tema “segurança nas escolas”, que sempre é dos mais relevantes, tem ganhado um peso ainda maior. Logo, tudo o que puder ser feito (com o intuito de deixar o ambiente escolar mais blindado contra os diversos tipos de perigo que podem surgir nesse contexto) precisa ser priorizado.  

A maioria das ações possíveis demanda a realização de investimentos financeiros. Mas outras (igualmente importantes) só precisam ser guiadas por bons planejamentos e níveis compatíveis de proatividade. Vamos conferir agora algumas das principais?   

Atenção para as entradas e saídas

Saber quem entra e quem sai da instituição é fundamental. Para tanto, é importante que seja viabilizado o cadastramento de todos (incluindo também os casos que disserem respeito às visitas esporádicas). Crachás (para os colaboradores da instituição) e catracas são peças-chaves. Tal como a implementação de um sistema de monitoramento (via câmeras) que seja, de fato, eficiente.  

Elaboração de um plano de segurança

A instituição precisa contar com um plano de segurança bem detalhado. E todos que estão inseridos na rotina escolar devem passar por treinamentos específicos visando ações proativas e determinantes que são inerentes aos mais diversos cenários. Por exemplo: o que fazer (e o que não fazer) em caso de incêndio? O que fazer (e o que não fazer) em caso de assalto?

Cuidado com a infraestrutura 

A gestão escolar precisa estar sempre atenta às melhorias estruturais pelas quais a instituição necessita passar no intuito principalmente de que acidentes sejam evitados. Além disso, há de se ter um controle rigoroso acerca das manutenções periódicas que precisam ser feitas nos mais diversos itens.

Porteiros qualificados

Sim, todos precisam passar por capacitações para que saibam agir em quaisquer contextos adversos na escola. Mas é interessante que uma atenção especial seja voltada para os porteiros, esses profissionais que são imprescindíveis para o funcionamento harmônico da instituição. Além de serem comunicativos e acolhedores, eles precisam desenvolver aquela sensibilidade que é inerente ao processo de identificação de comportamentos suspeitos, e estarem sempre munidos com um repertório de informações que lhes permitam esclarecer não apenas aquelas dúvidas mais básicas e frequentes (trazidas à tona principalmente por parte dos pais), mas também argumentar e mediar de forma adequada ante momentos de clara turbulência.

Vale ressaltar aqui a importância de se buscar o auxílio de consultorias especializadas em segurança no intuito de que de todos os aspectos merecedores de atenção nesse contexto possam ser, de fato, plenamente contemplados.

Atividades que fortaleçam a cultura da paz   

Fortalecer a cultura da paz no ambiente escolar é uma missão que deve ser de todos. Assim, é necessário que sejam levadas em conta atividades que possam ser concretizadas ao longo de todo ano, e não apenas “uma vez aqui, outra acolá”. Essas atividades precisam contemplar a maior variedade de públicos possíveis, gerando uma integração do bem que esteja disposta a agir em prol de um propósito comum. Ou seja, alunos, pais, professores, gestores educacionais e demais colaboradores da instituição precisam ser envolvidos de alguma forma nas ações que forem pensadas.

Para tanto, ações que promovam a diferença no meio social (tais como campanhas de agasalhos, brinquedos e alimentos); atividades em grupo no contexto interno da instituição (por meio das quais os participantes aprendem a lidar de forma ainda melhor com as diferenças); e ações de prevenção e combate ao bullying constituem ótimas alternativas que vão ao encontro do engajamento e da conscientização almejados.

Tudo isso, além de promover um maior nível de segurança na escola, atua de modo a fortalecer a imagem institucional junto aos públicos respectivos. Todos ganham. E o processo de ensino-aprendizagem passa a ser vivenciado com muito mais eficiência e tranquilidade por parte de crianças e adolescentes.