Você sabe o que é uma escola criativa?

7 de agosto de 2023


A área da Educação passa constantemente por inúmeras transformações. E, embora esse fato não constitua exatamente uma surpresa para muitos, alguns conceitos relacionados ao mesmo ainda soam como “grandes novidades” para muita gente. Um ótimo exemplo disso diz respeito às chamadas escolas criativas. Nesse sentido, você conhece os detalhes acerca do que elas propõem?

Primeiro, vamos ao conceito

Como o próprio nome sugere, escolas criativas são instituições de ensino que têm a aprendizagem criativa como metodologia de ensino oferecida aos alunos. Mas o que vem a ser essa metodologia? Quais são os possíveis benefícios que estão associados à sua implementação?

Fique por dentro

A aprendizagem criativa se sustenta por quatro pilares. São eles: projetos (projects) – eles fomentam a absorção de conhecimentos de modo interdisciplinar, o que permite aos alunos experiências imersivas e providas por uma carga bem maior de significado.

Através desses projetos, o nível de engajamento das crianças e adolescentes aumenta sobremaneira com relação a cada proposta que vem à tona em sala de aula, fato esse que faz com que uma genuína paixão (passion) seja despertada quanto à realização das atividades em pauta. Os projetos em questão são concretizados de forma colaborativa, ou seja, todos podem contribuir com conhecimentos no intuito de se chegar aos resultados almejados; nesse contexto, surgem os chamados pares (peers), que dizem respeito exatamente a todas essas partes que estão envolvidas no processo. E, para finalizar, entra em cena o que vai relacionar todos esses pilares (e que é exatamente o 4º pilar) conhecido como “pensar brincando” (play).

Muitos benefícios

Os aprendentes que desfrutam dessa metodologia aproveitam muitos benefícios. Eis os principais: a educação criativa aproxima o processo de ensino-aprendizagem da vida real, o que deixa os alunos mais motivados para darem o melhor de si nas vivências escolares. Além disso, ela tem tudo para fazer com que crianças e adolescentes, no futuro, se tornem verdadeiros cidadãos. Cidadãos esses plenamente capazes de fazerem, na prática, toda a diferença no meio social (aqui vale ressaltar a tendência que eles passam a ter de se tornarem profissionais bastante inovadores). Outro aspecto de grande relevância: essa metodologia de ensino fortalece as habilidades que são inatas de cada indivíduo, e possibilita o surgimento de outras tantas. Tudo isso, claro, com muito dinamismo e sendo feito, quase sempre, de forma bem lúdica.

Em suma, a proposta dessa ferramenta pedagógica favorece o desenvolvimento da autonomia nos estudantes; faz com que eles aprimorem o senso crítico e ampliem seus respectivos repertórios argumentativos e culturais; torna-os mais comunicativos, empáticos e ainda mais aptos para a participação de trabalhos em equipe. Muito bom, né?

E aí, curtiu? Gostou de conhecer um tanto mais acerca das escolas criativas e da metodologia de ensino que elas oferecem aos alunos?