Saiba como potencializar o currículo escolar da sua instituição 

16 de fevereiro de 2024


O segmento educacional é repleto de termos bem específicos. E, nesse contexto, um dos mais importantes diz respeito ao currículo escolar

O que é o currículo escolar? 

É a base da prática pedagógica que desempenha um papel fundamental na estruturação do processo educacional. Ele fornece uma espécie de roteiro para que haja o desenvolvimento integral dos estudantes ao longo da trajetória escolar. Vale ressaltar também  que ele se influencia por diretrizes educacionais e, no Brasil, a principal é a Base Nacional Comum Curricular, BNCC. Ou seja, o currículo escolar abrange diversas disciplinas e áreas do conhecimento, delineando os objetivos educacionais, métodos de ensino, recursos pedagógicos e estratégias de avaliação. 

Porém, ao contrário do que essa influência pode sugerir, o currículo escolar não existe para ficar “engessado”, muito pelo contrário. Ele pode,e deve, ser adaptado pelas escolas no intuito de ser otimizado periodicamente. Para tanto, diversas ações devem entrar em cena e, nesta matéria, você vai conhecer 5 delas. Todas, claro, em conformidade com a BNCC

1. Aprofundar a compreensão acerca da BNCC

Investir em programas de formação continuada, a exemplo do que a Vortex Educação oferece para os professores das suas escolas parceiras, é fundamental. Por meio disso, os educadores compreendem melhor os princípios e diretrizes que compõem a BNCC e, assim, viabiliza-se uma implementação mais eficaz do currículo.  

Imagem de Freepik

2. Integração interdisciplinar 

Promover a integração de disciplinas, criando conexões entre diferentes áreas do conhecimento para proporcionar uma visão mais holística e contextualizada do aprendizado, é outra medida bem interessante. Com isso, a aprendizagem se torna mais  significativa e empolgante. 

3. Flexibilidade curricular 

Adotar uma abordagem flexível no currículo, permitindo que as escolas adaptem o conteúdo de acordo com as necessidades locais, realidades culturais e características específicas dos alunos é algo que vai bem ao encontro da tão desejável personalização do ensino. Essa medida, por sua vez, é ótima para dar aquele “up” no nível de engajamento dos alunos quanto às atividades escolares propostas.  

4. Inclusão de habilidades socioemocionais 

Incorporar explicitamente habilidades socioemocionais no currículo é outro ponto crucial. Assim, os estudantes são preparados não apenas para os desafios acadêmicos, mas também para os desafios da vida.  

5. Metodologias ativas de ensino 

A adoção de metodologias ativas que envolvam os alunos de forma participativa é algo que estimula o protagonismo estudantil e que promove uma aprendizagem mais significativa. Nesse sentido, diversos caminhos entram em cena, sendo todos igualmente promissores e efetivos. 

E aí, curtiu? Essa foi a “parte 1” com dicas acerca de como se pode fazer para potencializar o currículo escolar. Para não perder a “parte 2”, com mais 5 dicas incríveis, é só você ficar ligadinho (a) no Blog da Vortex Educação